Dando continuidade ao post sobre as regras que todo profissional de Marketing deve seguir. Falamos de coisas bem interessantes no post anterior. Por exemplo, foi visto que a antiga máxima de “o cliente tem razão” não é uma verdade absoluta. Ao mesmo tempo, foi visto que você precisa ter mente aberta para aceitar novas e diferentes ideias.

A primeira regra do post de hoje é algo que você não deve esquecer: o cliente também é um ser humano. Com isso, ele não necessariamente se importa com o que você sabe, mas ele pode dar muito mais importância em saber que você se importa.

Uma regra bem antiga na área do Marketing é o “1, 2, 3, morto”. Se o cliente deu um “não” a três ideias suas, na quarta ele também o fará.

Muitos profissionais do Marketing viajam na maionese, achando que são artistas e que precisam fazer sempre trabalhos lindos e visivelmente luxuosos. Claro que a arte é importante, mas lembre-se: você não é um artista, mas um solucionador de problemas. Melhor simples e prático do que algo bonito.

Você não tem de mostrar serviço nas reuniões. O grande trufo está no mercado, na prática.

Prefira sempre a interação pessoal ao email. Com mídias escritas, as ideias não podem ficar claras e, pior, podem ser distorcidas. Prefira sempre o olho no olho. Email só em último caso, ok?

Trabalhar com Marketing não é trabalhar com egos ou crescimento de um só profissional, que sabe tudo e faz tudo. É um negócio colaborativo. Todos podem ajudar a fazer algo. E, se todos ajudarem, os resultados serão melhores do que individualmente.