No começo do ano, o Facebook se reuniu em uma conferência com mais de dois mil desenvolvedores para divulgar as suas novidades para este ano e discutir o futuro de sua rede. Nessa conferência, ele trouxe funcionalidades para ajudar os desenvolvedores a criarem, monetizar e crescer com os seus aplicativos. Confira abaixo algumas das novidades anunciadas.

O Facebook Messenger passa a funcionar como plataforma “aberta”. O que isso significa? Significa que os desenvolvedores poderão criar funcionalidades e aplicativos para rodar dentro dele. Com isso, a empresa espera tornar o serviço de troca de mensagens mais dinâmico e funcional.

A criação do Messenger Business. É uma ferramenta que tem a função de ajudar as empresas a se comunicarem com os seus clientes. Funciona mais ou menos assim: após realizar alguma compra, o cliente pode autorizar a receber informações sobre aquela empresa através do Messenger. Pode servir como um serviço de acompanhamento, onde a empresa poderá enviar as atualizações do pedido via push no celular do cliente.

Trabalhando na tendência que os vídeos estão sendo, o Facebook incrementou a funcionalidade de embutir vídeos do Facebook. Essa é uma função já estava disponível há algum tempo. Como o Youtube, agora é possível embutir vídeos do Facebook em qualquer página.

Modificações nos Plugins Sociais de Copartilhamento. Como assim? Houve uma reformulação nos botões de Curtir/Compartilhar/Enviar, que servem tanto para as versões mobile quanto a de desktop. Com o botão enviar/send, é possível enviar notícias para amigos pelo Messenger. Isso, claro, em modo privado.

O que acharam dessas novidades? Muita coisa pode mudar na forma como se lida com o Facebook. Fique ligado que logo, logo, virá a segunda parte deste post.