Com a ascensão das tecnologias e das redes sociais, muitas atitudes mudaram. Esses meios trouxeram inúmeros benefícios, acesso à informação e redução das fronteiras e distâncias com a facilidade de comunicação. Porém, de certo modo, também houve um distanciamento entre as pessoas que passam mais tempo conectadas ao celular que interagindo entre si. É comum notarmos nas ruas da cidade, pessoas vidradas no celular sem ao menos perceber o que está acontecendo a seu redor. Confira a seguir posturas negativas que surgiram a partir das redes sociais.

Necessidade de aceitação
Ao postar conteúdos nas redes muitas pessoas anseiam por receber vários likes e comentários. A necessidade de ser importante surge alinhada a visibilidade em torno de suas publicação dando a falsa sensação de popularidade. O grande problema é que viver em busca disso não é garantia de sucesso algum, e essa carência pode atrapalhar a pessoa de conquistar reconhecimentos reais.

Por isso, procure ser verdadeira nas redes sociais, compartilhando momentos que realmente o fizeram feliz e que sirvam como uma boa recordação posteriormente.

Ego elevado
Quando a necessidade de aceitação online é suprida, em alguns casos, surge o ego elevado. Pessoas ficam convencidas e acham que podem tudo na rede. É comum encontrarmos comentários maldosos, críticas excessivas e sem fundamentos apenas para atingir o outro e mostrar superioridade intelectual. Como se você pudesse falar qualquer absurdo, que estaria imune. Mero engano. Não é porque o espaço é virtual que as palavras não devem ser medidas ou que se pode faltar humildade.

Nesse caso, procure entrar em discussões onde você possui opiniões e argumentos válidos. Além disso, busque promover críticas construtivas, não apenas reclamando, mas sugerindo melhorias.

Superexposição
Muitas vezes presenciamos o exibicionismo na rede. As pessoas sentem necessidade de contar tudo o que estão fazendo apenas para mostrar o quão são importantes ou felizes. Pense bem se precisa postar fotos das suas novas aquisições ou de todos os seus passos. Analise o que é relevante compartilhar na rede e o que pode te acrescentar como ser humano. Muitas pessoas passam mais tempo expondo suas conquistas do que as tornando real e consistentes. Em alguns casos, até são inventados personagens e a pessoa se perde entre o real e o imaginário virtual.

Lembre-se que na sua rede social existem vários grupos sociais diferentes. Criar filtros e definir configurações de privacidades para cada publicação permite que você direcione para conteúdo para um público de interesse, mantendo em modo público apenas informações que não teriam problema de serem promovidos.

Comparações infundadas
É tão fácil ter acesso a diversos tipos de conteúdo na rede e, por exemplo, acompanhar o estilo de vida de famosos e pessoas de sucesso. O problema é que ao invés de usar isso para inspiração, algumas pessoas se comparam e ficam frustradas. Acham que sua vida é sem graça, logo a ansiedade se torna hábito e você fica pensando em como conseguir ter o que os outros possuem, desvalorizando sua realidade. Aliás, muitas pessoas fogem do realismo. Em um mundo em que tudo está disponível a apenas um clique, muitos se perdem achando que tudo é possível. Realmente pode ser, mas a custo de muito trabalho e esforço e pode ser preciso repensar suas atitudes quanto a isso.

Foque em viver a própria vida e aproveitar as oportunidades que surgem ao seu redor. Ao invés de se frustrar por uma foto de famosos em uma viagem a Orlando, procure encontrar pacotes especiais ou buscar grupos de discussão para que você consiga fazer um passeio turístico.

É importante sabedoria para utilizar as vantagens das redes, mas não desenvolver esses comportamentos. Você concorda? Conta para gente nos comentários!