Dando continuidade à série de textos com dicas para webdesigners. Foi visto que um bom profissional precisa se enturmar e aprender com os demais. Às vezes, uma boa ideia pode surgir de uma conversa. Além disso, a profissão de designer é em tempo integral, ele precisa enxergar o design em tudo no mundo.

Primeiramente, esteja sempre atento e acompanhando as tendências. Um designer que se preze não pode se dar ao luxo de ser deixado para trás. Por isso é tão importante estar antenado em páginas, revistas e sites da área.

Ainda sobre as novidades, se você viu que algo está em alta, não trema em usá-la. Não se intimide com o que é novo. Pelo contrário, aceite com os braços e o Photoshop abertos.

Um designer que se preze sabe que existem milhares de coisas gratuitas na internet que podem ser utilizadas, como imagens, brushes e plug-ins. Escolha as melhores e faça um bom uso.

Saiba lidar com as críticas. Não entenda tudo de forma negativa. Em toda profissão, é importante receber essas críticas e absorver de forma positiva. Enxergue-a como algo que você precisa mudar. Um bom designer é aquele que sabe é preciso sempre crescer e mudar as suas opiniões.

Assim como é importante saber mudar as opiniões, é também não se superestimar. Na primeira parte dessa série, foi falado que não existe mestre definitivo. Sempre há algo novo para ser aprendido. Não é porque você sabe muito que quer dizer que saiba tudo. É importante acreditar em si mesmo, porém sem se achar o maioral, sempre haverá gente melhor que você.