Como falado anteriormente, é fundamental para um webdesigner ter domínio no Photoshop e outros programas, além estar sempre praticando e procurando se aprimorar. É preciso ter paciência para fazer trabalhos bem-feitos. Ser observador e aprender com os demais também é essencial.

Então, dando continuidade ao que se falou, observar o trabalho dos outros é bom, porque aprendemos com pessoas que estão há mais tempo no ramo. Mas isso não quer dizer copiar, ok? Faça uma análise de sites para que lhe sirvam de inspiração. Analise o seu background, os gradientes e brushes criados, quais as fontes utilizadas. Ponha-se no lugar do webdesigner por trás dele e imagine qual a lógica utilizada.

Aprenda uma coisa que não deve ser esquecida: a profissão de designer é uma carreira de tempo integral. Sendo assim, você precisa enxergar o mundo pelos olhos de um designer. Tudo pode servir de inspiração e pontapé inicial para uma grande ideia. E não é porque você trabalha com web que tem de se restringir a ela, a inspiração pode vir de outdoors, folders, cartazes, tudo pode servir.

Pode parecer antiquado e ultrapassado em tempos de internet e smartphones, mas o bloco de notas ainda continua sendo um ótimo companheiro. Não há como guardarmos tudo na cabeça, portanto anotar é uma boa pedida. E depender totalmente dos meios digitais pode acarretar em problemas.

Ter uma crise de criatividade é comum e normal, acontece até com os mais experientes. Portanto, de nada adianta se desesperar. As ideias fluem naturalmente. Quanto mais ansioso, pior será. Lembra do que foi falado sobre ter paciência?

Conhecer o trabalho dos outros é importante. Enturme-se com outros designers e participe de troca de ideias. Às vezes, é preciso somente ter uma ajudinha ou uma conversa para que surja uma ideia genial.