O trabalho de social media é muito importante na formação de uma marca em campo digital, principalmente pelo crescimento e fortalecimento do marketing digital. Infelizmente, as empresas não estão levando tão à sério a necessidade de formação dos profissionais e não visualizam o quanto uma simples publicação pode virar um tufão de problemas. Imagine como é ruim para a reputação da marca uma reclamação de um cliente ser vista por centenas ou milhares de pessoas em poucos minutos.

O que um social media não deve fazer: ser mal educado, não revisar e postar textos com erros ou com termos grosseiros, não ouvir o cliente ou até mesmo não acertar o timing certo da publicação. São essas aparentemente pequenas gafes que podem sujar o nome de uma marca. Enquanto que o trabalho nas redes sociais deve servir para estreitar e aprofundar os laços do cliente com a marca. Um bom trabalho de social media pode ser mais efetivo que qualquer programa de fidelização tradicional.

Claro que, para se ter engajamento, é preciso de certa coragem, contudo é preciso saber visualizar a tênue linha entre o excesso e a ousadia. Lembre-se que as pessoas não perdoam gafes na comunicação, e a sua empresa pode virar motivo de piada. Muito se prega que fazer social media é mostrar o quanto a sua marca é despojada e descontraída, fazendo piada com temas polêmicos. Claro que isso deu bastante certo com muitos, mas é preciso certa noção e saber que certos temas não devem ser brincados, como o racismo ou o futebol.

Tenha sempre em mente que não somos pessoas físicas quando publicamos, somos uma marca. Portanto, cuidado redobrado na linguagem e na criação de um diálogo com os seus fãs.